terça-feira, 2 de junho de 2015

Monólogo.


Enquanto subia estes degraus intermináveis só conseguia pensar em ti - parecia que estavas a encorajar-me e a sussurrar-me ao ouvido o quanto gostavas de o fazer comigo. Agora que estou aqui em cima - e que mal consigo olhar para baixo - sinto um frio na barriga que não sei se é do medo que tenho de saltar, ou das borboletas que deixaste dentro de mim. Se estivesses aqui comigo saltávamos os dois - bem agarradinhos - a rirmo-nos em mil gargalhadas. 
Dei-me conta de que nunca mais faremos isto juntos; na verdade, não faremos mais nada juntos. Tenho tanta vontade de saltar como de descer as escadas - que tenho atrás de mim - a correr. Se estivesses aqui eu ia; vou fingir que estás aqui - só hoje. Já chega de respirar fundo; é só um passo em frente em queda livre até entrar na água e voltar, abruptamente, à realidade.
Dream cate

7 comentários :

  1. Mais um texto que adoro e que nos deixa a "viajar". É bom ler algo assim a meio da tarde! Um beijinho grande Cate!

    http://brunadiogosantos.blogspot.pt/ *

    ResponderEliminar
  2. É incrível como nos prendes às histórias que crias!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  3. r: Há hábitos que conseguimos ir mudando aos poucos :)

    ResponderEliminar
  4. Impressionante mais um filme em que o passei a chorar!
    http://grandesonhadorablog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Tão intenso! Escreves muito bem :)

    ResponderEliminar
  6. Por aí há jeito para a escrita.

    Isabel Sá
    https://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Por aí há jeito para a escrita.

    Isabel Sá
    https://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Copyright © 2014 DreamCate

Distributed By Blogger Templates | Designed By Darmowe dodatki na blogi